Quais os benefícios da Cromoterapia no trabalho de parto?

A Cromoterapia utiliza as cores do espectro solar para restaurar o equilíbrio físico e energético, visando à harmonização do corpo. Os registros desse tipo de tratamento são marcados por civilizações antigas, como a egípcia, a grega, a indiana, a chinesa e outras que fizeram uso das cores para tratamento de saúde.   

Em um momento tão especial da vida da mulher, é fundamental que a experiência seja o menos traumática possível. Uma equipe bem preparada para atender a gestante no momento do parto é algo essencial. Acima de tudo um pré-natal bem feito e uma relação médico -paciente afinada são pilares soberanos no desfecho feliz de um parto natural.

O parto humanizado que tanto é divulgado, nada mais é do que preparar esse momento com carinho e do jeito que a gestante sempre sonhou. Mas nunca deixando de lado a responsabilidade e a existência de um amparo médico de confiança.

A cromoterapia quando aplicada no trabalho de parto pode trazer diversos benefícios, atuando no aspecto físico, mental e emocional da mulher. Na tabela abaixo você confere como cada cor atua durante o trabalho de parto. 

* Converse sempre com o seu médico obstetra para verificar quais terapias podem ser usadas

Tabela 1 – uso da cromoterapia no trabalho de parto

 

COR  INDICAÇÃO CONTRAINDICAÇÃO
VERMELHO Indicado no trabalho de parto (TP) para estimular as contrações. Produz contração da musculatura estriada. Febre, taquicardia e pressão alta. Tensão emocional excessiva. Cãibras musculares.
AMARELO Para diminuir enjoos. Reduz levemente a produção de ácidos gástricos. Evitar aplicar nos casos de infecção, inflamação, gastrite e úlcera.
VERDE Muito indicada no trabalho de parto para acalmar sem desacelerar o processo. Tranquiliza, revigora e contribui para a mulher ter a força necessária para parir. Auxilia na dilatação do colo uterino. Regulariza a pressão arterial. Leve contração dos músculos involuntários. Deve ser evitado em situações de fadiga intensa da parturiente, pois pode acentuar a fadiga.
LARANJA Influencia o processo de tomar decisões.antidepressivacor alegre e antidepressivaIndicada para melhorar o humor durante o trabalho de parto. Como também, o empoderamento do ato de parir. Deve-se evitar aplicar o laranja nos casos de trombose.·
AZUL Reduz a percepção da dor no trabalho de parto (analgésico). Reduz a pressão arterial, diminui o ritmo respiratório, inibi a descarga de adrenalina.  Acalma e auxilia na vocalização durante as contrações. É a cor de maior propriedade terapêutica. Não possui contraindicações dignas de destaque.
ÍNDIGO No trabalho de parto essa cor auxilia na aceitação e entendimento do processo, contribuindo para um estado meditativo, facilitando o trabalho do corpo sem a influência da mente tentando controlar. Auxilia também no pós-parto no processo de coagulação e dequitação. Não apresenta contraindicação
VIOLETA Regeneração do sistema nervoso esgotado e estressado com o TP com fadiga prolongada. Produz equilíbrio entre o sistema simpático e parassimpático e controla a irritabilidade do trabalho de parto. Há uma possibilidade remota de desacelerar o TP devido efeito sobre o sistema nervoso simpático e parassimpático. Contraindicado na hipoglicemia.

Fonte: Elaboração dos autores, 2017.