DICAS E INFORMAÇÕES


Descobri que estou grávida, e agora?

O período gestacional é cercado de dúvidas e ansiedades e viver tudo isso em uma pandemia, não seria diferente, não é mesmo? Mas olha, é preciso se cuidar, mas não entre em pânico. Nesse momento é importante estar cercada de uma equipe que acompanhe a sua gestação de uma forma bastante atenciosa. O apoio profissional é fundamental para que a sua gestação seja tranquila e sem intercorrências. As consultas de pré-natal não devem ser canceladas, já que é durante essa visita que é observado as condições da mãe e o desenvolvimento do bebê. Discuta com o seu médico a criação de um plano de parto, quando você...   Leia +

Corrimento Vaginal: O que as cores indicam?

Você sabia que o corpo feminino pode apresentar até seis tipo diferentes de corrimento? Pensando nisso, elaboramos uma explicação para cada um deles: Transparente: O corrimento líquido e transparente indica o período fértil do ciclo menstrual. Este tipo de corrimento dura aproximadamente 6 dias e acaba por desaparecer naturalmente passado esse tempo. Rosa: O corrimento rosado pode indicar o inicio da gravidez. Ele é causado pela fecundação do óvulo e ocorre até 3 dias depois do contato íntimo. Normalmente ele surge com leves cólicas abdominais que são normais e acabam passando sem tratamento. Branco: Inicialmente o corrimento branco e espesso é acompanhado de outros sintomas como coceira, vermelhidão...   Leia +

Telemedicina

  Em função da Pandemia do Coronavírus, ativamos o Teleatendimento na nossa clínica, de acordo com as normas adotadas pelo Conselho Federal de Medicina. O atendimento presencial permanece, com agendamento mais espaçado, para casos pontuais. Na dúvida, ligue: 5051-7345/ 3569-7335 ...   Leia +

DIU DE COBRE

O DIU de cobre é um possível método contraceptivo. Porém, é verdade que ele aumenta o fluxo menstrual no primeiro mês? Ele pode causar o aumento do sangramento e piora discreta da cólica menstrual, mas em geral isso passa após o primeiro mês de uso. O DIU de cobre pode ser usado por até 10 anos. Após esse tempo deve ser trocado se a mulher não pretende engravidar. O DIU deve ter controle ultrassonográfico a cada 6 meses, no sentido de monitorar o seu adequado posicionamento intra uterino. ...   Leia +

Câncer de Endométrio

O câncer de endométrio é um dos tumores ginecológicos mais frequentes. A sua frequência acontece principalmente após a menopausa, geralmente após os 60 anos. Esse tipo de câncer é altamente curável, na maioria dos casos. O tipo mais comum é o Carcinoma endometrioide, responsável por 80% a 90% dos casos. Ele se forma a partir das glândulas presentes no endométrio e costuma ser pouco agressivo. ...   Leia +

Câncer de Colo de Útero

O câncer de colo de útero acomete principalmente mulheres acima dos 25 anos e está associado ao HPV (Papilomavírus Humano). Esse tipo de câncer, embora esteja diminuindo nos últimos anos, ainda é a quarta causa de morte de mulheres no Brasil. Em sua fase inicial, o câncer de colo de útero é assintomático, quando os sintomas aparecem os mais comuns são: ⚠️Sangramento vaginal depois das relações sexuais, no intervalo entre as menstruações ou após a menopausa; ⚠️Corrimento vaginal de cor escura e com mau cheiro. ⚠️Massa palpável no colo de útero; ⚠️Hemorragias; ⚠️Obstrução das vias urinárias e intestinos; A gestação saudável é o planejamento de toda grávida e ninguém gosta de se deparar com surpresas desagradáveis. Porém, o que faz realmente toda a diferença nesse período é ter informações suficientes para reconhecer quando existe algo de errado com ela e o seu bebê. Durante essa fase, contar com o apoio profissional e monitoramento adequado do pré-natal pode ser decisivo no momento de reconhecer os riscos e saber agir da forma correta.  Os principais sinais de alerta durante a gravidez são: dores de cabeça, dores no estômago; aumento excessivo de peso da gestante; inchaço dos pés e mãos; elevação da pressão arterial (PA) a PA mínima não deve estar maior...   Leia +

Atrofia Vulvo-Vaginal

Com a diminuição dos níveis de estrogênio no corpo da mulher, é comum a Atrofia Vulvo-Vaginal (VVA). Ela pode ser caracterizada por alterações na vagina principalmente após a menopausa, já que isso pode causar desconforto à micção  e ressecamento vaginal, como consequência disso, ocorre um grande desconforto no ato sexual, o que resulta muitas vezes em crises nos relacionamentos. De um modo geral, o tratamento hormonal ajuda a aliviar estes sintomas, mas nem sempre é possível, como por exezemplo nos casos de antecedentes de câncer de mama e/ou ovário. Outras vezes a paciente também não deseja fazê-lo. Nestes casos o tratamento  local com Laser se faz muito pertinente, proporcionando um aumento de produçã...   Leia +

Quais os benefícios da Cromoterapia no trabalho de parto?

A Cromoterapia utiliza as cores do espectro solar para restaurar o equilíbrio físico e energético, visando à harmonização do corpo. Os registros desse tipo de tratamento são marcados por civilizações antigas, como a egípcia, a grega, a indiana, a chinesa e outras que fizeram uso das cores para tratamento de saúde.    Em um momento tão especial da vida da mulher, é fundamental que a experiência seja o menos traumática possível. Uma equipe bem preparada para atender a gestante no momento...   Leia +

Endometriose

A endometriose é caracterizada pela presença de células do endométrio fora do seu sítio habitual, que é a cavidade uterina. É chamada interna, quando estas células se encontram no meio do músculo do útero , daí passa a se chamar Adenomiose. Ou  externa, quando se encontra em qualquer outro local.  Assim, pode ser encontrada no ovário, nas trompas e na cavidade abdominal.  Existem várias teorias para explicar a origem da endometriose. O que parece é que todas elas se confluem e um conjunto de fatores contribuem para a ocorrência desta patologia: menstruação retrógrada, migração das células endometriais por vias linfáticas e/ou sanguíneas, presença ...   Leia +

O Parto

Nunca se falou tanto sobre  parto no Brasil. A via de parto, assunto outrora discorrido somente em reuniões acadêmicas, invade hoje os noticiários, de forma que a comunidade, os profissionais e a mídia refletem e debatem sobre as circunstâncias do nascimento no Brasil. O importante disso tudo é que se filtre o que é real e de bom senso daquilo que extrapola os limites da segurança e responsabilidade.  Na verdade, a maior interessada no parto é a mulher grávida. O desejo de todos que a rodeiam é  que este parto aconteça da forma mais  adequada e fisiológica e que ela volte depois pra casa com o seu bebê, ambos saudáveis e felizes; o bebê pronto para o seu crescimento e desenvolvimento e ...   Leia +

Alimentação na TPM

Para controlar naturalmente a tensão pré-menstrual, o cardápio diário deve conter muita água, sucos antioxidantes e alimentos nutritivos. É uma fase na qual a paciente fica muito exposta a variações emocionais, mas deve se esforçar para evitar a ingestão de café, chocolate e álcool. É importante ter o foco no saudável e buscar fontes alimentares ricas como as que se seguem: Fontes de Magnésio: o magnésio tem como função amenizar as cólicas menstruais, boas opções seriam cereais integrais (farelos de trigo, aveia, centeio, soja), nozes, amêndoas, avelãs, amendoim, verdu...   Leia +

Atividade física e saúde feminina

A atividade física hoje está longe de ser considerada somente um mecanismo de manutenção da estética feminina. Item número 1 do receituário médico de diferentes especialidades, o exercício físico é frequentemente prescrito, pois além da tão desejada queima de gordura, à medida que se torna um hábito e é praticado com método e rotina, estimula no organismo a liberação de substâncias chamadas endorfinas, que promovem o equilíbrio hormonal. Como consequência disso, observa-se,por exemplo,o alívio de sintomas  como tensão  pré-menstrual, cólicas e irregularidades menstruais. A mulher é agraciada ainda co...   Leia +

Climatério e Terapia Hormonal (TH)

O Climatério é um fenômeno fisiológico caracterizado pela redução dos hormônios esteróides femininos, como consequência da falência funcional dos ovários. Inclui a pré-menopausa,  menopausa e senilidade até o fim da vida da mulher . A pré-menopausa se inicia alguns anos antes da parada definitiva da menstruação e é marcada por sintomas variáveis decorrentes da oscilação hormonal, como irregularidade menstrual, com fluxos ora abundantes, ora escassos, com cólicas e às vezes preceditos de sintomas de tensãp pré-menstruais, muitas vezes nunca sentidos antes. Em alguns casos sintomas como ondas de calor, irritabilida...   Leia +

Contracepção

Os métodos contraceptivos podem ser didaticamente divididos em hormonais e não-hormonais. Dentre os hormonais, temos: a pílula anticoncepcional oral, adesivos de pele, anel vaginal, implantes subdérmicos, sistema uterino liberador de hormônio (SIU). Dentre os não-hormonais: preservativo masculino e preservativo feminino, diafragma e DIU de cobre. A pílula anticoncepcional continua sendo o método mais escolhido pelas mulheres, pela sua maior acessibilidade e facilidade de uso. No entanto, ainda se erra muito na sua utilização. As composições dos contraceptivos hoje, são, em sua maioria, de baixas doses. Estas medicações precisam ser ingeridas todos os dias no mesmo horário, ou seja, a cada 24horas. ...   Leia +

DSTs

As  DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) são um grupo de doenças bastante variáveis que são transmitidas principalmente, mas não exclusivamente, através de relações sexuais, em particular as relações não protegidas. As suas manifestações são bastante variáveis. Podem se manifestar como úlceras (Exemplo: o herpes), corrimento (Exemplo: Gonorréia, tricomoníase), verrugas genitais (Exemplo: HPV, o papilomavírus). Muitas destas doenças podem cursar sem sintomas na região genital, como no caso das sífilis, da infecção pelo HIV e pelos vírus da Hepatite B e Hepatite C.  É importante lembrar que estas d...   Leia +

HPV

O HPV (Papiloma Virus Humano) é um DNA vírus que faz parte das DSTs mais endêmicas nos dias atuais, e pode, em algumas condições, levar ao aparecimento de complicações sérias como os tumores. Nos EUA cerca de 6,2 milhões de novos casos são registrados anualmente. Isso implica na existência de um alto índice de relações sexuais desprotegidas ou mal protegidas. Ao contrário do que muitos imaginam, o contágio do HPV não acontece somente quando se completa um ato sexual. Tal contágio decorre de qualquer contato íntimo, no qual o parceiro ou parceira esteja com infecção em atividade. Existem mais de 200 diferentes tipos de HPV. Até o presente moment...   Leia +

Incontinência urinária

A incontinência urinária é a perda involuntária de urina, quando a pressão no interior da bexiga supera a resistência da uretra. Acontece geralmente após a realização de esforços físicos, tosse ou espirro; neste caso, chama-se incontinência urinária de esforço (IUE). O principal fator de risco para esta sitiuação clínica são os partos vaginais, seguido de obesidade e menopausa, quando o hormônio estrogênio se esgota e daí o tecido urogenital perde a lubrificação dada anteriormente pelo mesmo. Outra forma de incontinência urinária é a incontinência de urgência, na qual a paciente perde urina involuntariamente, por defeito na inervação do músc...   Leia +

Osteoporose

Osteoporose é  a perda da  densidade mineral óssea, com redução da capacidade de sustentação, tendo como consequência elevado risco de fraturas. Tais fraturas ocorrem mais frequentemente nas vértebras lombares e no colo do fêmur e são capazes de debilitar um idoso por meses, podendo trazer penosas consequências para a sua saúde. A osteoporose da pós-menopausa é a mais comum, que acontece naturalmente após a falência dos ovários. No entanto, existe também a osteoporose secundária ,que acontece, como consequência de alterações, endócrino-metabólicas, reumatológicas, renais, digestivas, neoplásicas...   Leia +

Pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte, ao contrário do que muita gente pensa, não é mais um método anticoncepcional: é contracepção de emergência. Como o nome diz, é para ser usada em situações extremas: quando a camisinha rompe ou em casos de estupro.É o único método que pode ser usado depois da relação sexual desprotegida. Trata-se de um medicamento composto por dose alta de progesterona, capaz de provocar ressecamento do muco endocervical e impedir a subida dos espermtozóides à cavidade intrauterina. O corpo sente o baque: a pílula do dia seguinte costuma provocar dor de cabeça,náusea, vômitos e alterar o ciclo menstrual. Muitas men...   Leia +

Vulvovaginites

As vulvovaginites são infecções genitais, que abrange processos inflamatórios desde o colo uterino e a vagina até a mucosa do intróito vaginal e a vulva. De uma maneira geral estas afecções se apresentam com secreções (conhecidos como corrimentos), com cores que vão do branco, ao amarelo ou verde e podem cursar com prurido e/ou odor típico. Toda mulher tem um certo grau de secreção vaginal esbranquiçada, típica da sua fisiologia normal. No entanto, quando esta secreção aumenta muito em volume e vem acompanhada de coceira e mal cheiro, algo não anda bem, daí faz-se necessário a consulta ao ginecologista. Constitui o assoalho pélvico toda a região que vai desde o peritônio pélvico até a pele da vulva. É formado por um conjunto de músculos, fáscias, nervos, tendões e ossos que compõem a base da pelve e sobre os quais repousam os órgãos pélvicos. É dividido em três compartimentos: o anterior ( região da bexiga e uretra), o médio ( região da vagina) e o posterior ( região do reto). São vários os músculos nesta região, dentre os quais se destaca o músculo levantador do ânus, que é um dos mis trabalhados na fisioterapia local. A ultrassonografia tridimensional, assim como a Ressonância Magnética...   Leia +